quarta-feira, 8 de setembro de 2010

VOX POPULI PUBLICANDO DADOS SEM CHURUMELAS.



Os institutos de pesquisa eleitoral no Brasil e os principais veículos de imprensa repetem uma mesma métrica, a de serem poucos em um país de dimensão continental. A reboque disto, acabam por vezes a reproduzir um comportamento tendencioso que deixa de lado o rigor científico para caminhar por veredas da manutenção do discurso hegemônico, o que no período recente significa atacar o projeto de continuidade do governo petista.


No entanto, dado os escandalosos comportamentos perpetrados por institutos como IBOPE e sobretudo DATAFOLHA que no contexto recente de disputa eleitoral mantiveram números que claramente não correspondiam a realidade da opinião eleitoral, depois tiveram de correr atrás e em prazo de uma semana, numa escalada Dilma em relação aos demais, que as ruas e o Vox Populi, além das pesquisas internas dos partidos já apontavam como um fenômeno contínuo e não abrupto e surpreendente. Traduzindo, como o Serra não deslanchou, tiveram de apontar a vantagem de Dilma um "pouco" depois.

Essa impostura dos institutos foi criticada com clareza por Marcos Coimbra, presidente do Vox Populi, no dia 25/08/2010.

Este blog já advertia desde o ano passado que ao PIG restaria falar: foi sem querer querendo!


Um dos três grandes institutos de pesquisa do Brasil, resolveu se posicionar de forma diversa aos demais no contexto presente, simples, resolveu publicar o que o eleitorado apontava processualmente, sem inflar nem segurar dados estatísticos. Agora foi mais além, o Vox Populi está de parabéns, apresentando trackings da disputa presidencial, agora é possível acompanhar a evolução diária da tendência eleitoral. Compromisso com a transparência e cientificidade.
Vamos romper a malha do segredo (o que Habermas, no famoso livro: Mudança Estrutural da esfera pública, dizia ser uma arma da burguesia comercial e de produção associada a burguesia jornalística).
Vox Populi nadando contra a maré de uma imprensa e institutos de pesquisa tendenciosos.

Para ter acesso aos trackings clique aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário